EVENTOS

English bellow

Sobre o Coletivo 1MULHERporM2

Lucrécia Couso, organizadora da exposição itinerante conta um pouco da nossa história e nossas propostas.

About the exhibition 1MULHERporM2. Video in portuguese only. Lucrecia Couso, the organizer of the exhibition talks about our history and proposals.

Live com artistas do coletivo 1MULHERporM2 e advogada Thais Cremasco

A advogada Thais Cremasco @thacremasco debate com as artistas sobre a violência doméstica, que se intensificou neste período de isolamento em razão da pandemia do Covid-19. Convidamos a todes para participarem, mandarem perguntas, discutirmos e falarmos as formas que uma vítima numa situação de violência pode buscar ajuda! Vamos juntos?

Lawyer Thais Cremasco @thacremasco debates with artists of 1MULHERporM2 collective about domestic violence, which intensified in this period of isolation due to the Covid-19 pandemic. We invite everyone to participate, send questions, discuss and talk about the ways that a victim in a situation of violence can seek help!

Exposição 1 MULHERporM2 é inaugurada na Casa de Vidro/Museu da Cidade em Campinas – SP

A exposição foi inaugurada em 14 de abril, contando com o apoio do Restaurante Sálvia Cozinha Criativa da chef Pat Gateau. A exposição foi fechada no dia 16 de abril por tempo indeterminado em virtude da pandemia. O coletivo fará eventos online em suas páginas do Instagram e Facebook.

The exhibition opened on April 14, with the support of Chef Pat Gateau’s Restaurant Salvia Cozinha Criativa. The exhibition was closed on April 16 indefinitely due to the pandemic. The collective will hold online events on its Instagram and Facebook pages.

Artistas participantes: Adriana Bertini, Adriana Cavallaro, Ana Roberta Lima, Andrea Natali, Bella Tozini, Bia Parreiras, Cami Onuki, Camila Dotta, Carla Venusa, Cristina Raposo, Débora Bruno, Estefania Gavina, Fabiana Gabas Kallás, Fernanda Klee, Fulvia Molina, Heloisa Ramalho, Iara Venanzi, Juliana Brito, Juliana Monteiro Carrascoza, Kattia Basile, Karen Caetano, Laura Corrêa, Lucrécia Couso, Lynn Carone, Marcia Gadioli, Mariza Souza, Melissa Haidar, Mila Mayer, Paula Marina, Sheila Ortega, Silvana Lazzuri, Sylvia Diez, Tania Pires, Tina Leme Scott.

A exposição 1MULHERporM2 é inaugurada em Guarulhos – SP, no Centro Cultural Adamastor. De 23 de novembro 2019 a 12 de janeiro 2020.

A exposição itinerante 1MULHERporM2 é inaugurada na Pinacoteca de Sorocaba

Jornal Mais Cruzeiro, 27 agosto 2019

A exposição fica em cartaz de 26 de agosto a 29 de setembro. A Pinacoteca fica no charmoso casarão, conhecido como Chalé Francês.

The exhibition “A Woman Per Square Meter is on show at the Pinacoteca de Sorocaba from 26th August to 29th September. The Pinacoteca is located in a charming building, known as the French Cottage.

1MULHERporM2 em Bragança Paulista

A exposição coletiva 1MULHERporM2 teve sua primeira itinerância no Espaço Índigo ARTE em Bragança Paulista, depois do sucesso da Mostra em São Paulo no espaço opHicina. A abertura foi dia 6 de julho e permaneceu até 17 de agosto de 2019.

The exhibition “A Woman Per Sq Meter” started its first touring at Espaço Indigo ARTE in Bragança Paulista, after the success of the show in São Paulo at espaço opHicina . The opening was on July 6th and will run until August 17, 2019. For more information, visit the website http://www.indigoarte.com

Durante a temporada, Tina ministrou a palestra Lente Feminina sobre a história da fotografia contada através da atuação das mulheres.

During the season, Tina gave the lecture Lente Feminina on the history of photography told through the works of women.

A exposição celebrou a temporada com o Encontro com as Artista no dia do encerramento.

The exhibition celebrated the end of the Braganca season with the Meeting the Artists on the last day.

Vem aí mais um curso de fotografia

Este é um curso focado no desenvolvimento do olhar criativo empregando os elementos visuais que formam uma imagem fotográfica com o manuseio de câmeras manuais.

The course is focused on developing the creative eye using the visual elements of a photographic image and the technics of manual cameras.

1MULHERporM2

Tina Leme Scott está participando entre outras 32 fotógrafas e artistas da exposição coletiva em celebração ao universo feminino, no espaço opHicina em São Paulo de 16/04 a 08/05/2019.

Celebrar e questionar o papel da mulher no mundo atual é a proposta da mostra itinerante do coletivo 1MULHERporM2, Os trabalhos de 33 artistas têm a dimensão de 1m², e foram criados em diferentes linguagens visuais. As artistas, de várias gerações, se expressam pela pintura, fotografia, colagem, projeções e objetos, como cacos de louça, camisinha, fios coloridos, tecidos, entre outros, para discorrer sobre as questões que permeiam o feminino, e destacar a importância da mulher na sociedade.Idealizada e organizada por Lucrécia Couso, a mostra pretende itinerar por outras cidades e, assim, levá-la a um maior número de pessoas para que, pela arte, as questões do feminino sejam ampliadas e debatidas. As obras expõem, com poética visual, questões como o feminicídio, o preconceito vivido pelas mulheres lésbicas e trans, a sensualidade das mulheres da terceira idade, as lideranças femininas de diferentes eras e em todos os continentes – muitas delas esquecidas – a relação das mulheres com a família e com a sociedade, releituras de imagens de mulheres que quebraram tabus, a transformação do papel da mulher na sociedade através dos tempos, além de obras que tiveram como fonte de inspiração as próprias artistas do coletivo.Para a primeira exposição, Lucrécia Couso convidou as artistas com as quais já havia trabalhado em sua galeria ou as que conhecia bem o trabalho. Lucrécia era o único elo entre as artistas – a maioria não se conhecia. São mulheres de várias cidades do Brasil, algumas radicadas no exterior, que agora formam uma rede de colaboração. A cada cidade em que a mostra é exibida, uma artista local é convidada a participar do coletivo. A exposição do coletivo 1MULHERporM2 pretende alcançar um amplo número de pessoas, para que a sociedade possa refletir sobre a arte, o universo da mulher, a igualdade de gênero e os seres femininos que trabalham, pensam, agem, criam, cuidam, vivem seus sonhos e transformam o mundo.

A WOMAN Per SQUARE METER

Tina Leme Scott is among other 32 photographers and artists participants of the collective exhibition in celebration of the feminine universe at the espaço opHicina in São Paulo from 16th April to 8th May 2019.

Celebrating and questioning the role of women in today’s world is the proposal of the itinerant exhibition of the collective 1MULHERporM2, The works of 33 artists have a dimension of sq², and were created in different visual languages. The artists, from several generations, express themselves through painting, photography, collage, projections and objects, such as shards, condoms, colored threads, fabrics, among others, to discuss the issues that permeate the feminine, and to highlight the importance of woman in society. Idealized and organized by Lucrécia Couso, the exhibition intends to travel to other cities and, thus, take it to a larger number of people so that, through art, the issues of the feminine are broadened and debated. The works expose, with visual poetics, issues such as feminicide, the prejudice experienced by lesbian and trans women, the sensuality of women of the third age, the female leaders of different ages and on all continents – many of them forgotten – the relationship of women with family and society, reinterpretations of images of women who broke taboos, the transformation of the role of women in society through the ages, as well as works that had as inspiration the collective’s own artists. For the first exhibition, Lucrécia Couso invited the artists she had worked with in her gallery or those who she knew the work well. Lucrécia was the only link between the artists – most did not know each other. They are women from several cities in Brazil, some living abroad, who now form a collaboration network. In each city where the show is shown, a local artist is invited to participate in the collective. The exhibition of the collective 1MULHERporM2 aims to reach a large number of people, so that society can reflect on art, the universe of women, gender equality and the female beings who work, think, act, create, care, live their dreams and transform the world.

As exposições de 2018/19 no Centro Cultural do Solo Sagrado de Guarapiranga

As exposições de arte e fotografia produzidas em 2018 e 2019 pelo grupo de voluntários da Fundação Mokiti Okada no centro cultural do Solo Sagrado de Guarapiranga em São Paulo. Foram expostos os trabalhos de Tikashi Fukushima e Kazuo Wakabayashi, dois dos pioneiros da arte abstrata no Brasil, artista mineira ROPRE, os fotógrafos Atílio Avancini e Joel La Laina Sene e os artistas Ulysses Bôscolo, Alexandre Furcolin e Nathalia Favaro, a ceramista Norma Grinberg e o gravurista Evandro Carlos Jardim.

The arte and photography exhibitions produced by the voluntary group of Mokiti Okada Foundation at the cultural center of the Sacred Ground of Guarapiranga in Sao Paulo.

Curso de Percepção Visual Pela Fotografia

Oficina de Percepção pela Fotografia

DIVULGAÇAO MUSEU ENERGIA

Projeto de parceria da Fundação Mokiti Okada com o Museu da Energia de São Paulo, as Oficinas de Percepção visam aguçar a percepção da beleza, do sentimento e da interligação que os une, despertando vivências que estimulam a percepção do mundo sensível por intermédio da contemplação de obras artísticas e da beleza do cotidiano.

A Percepção visual através da fotografia conduz o participante a descobrir diferentes maneiras de ver e observar o espaço que ocupa, ao mesmo tempo desenvolvendo o olhar fotográfico e a criatividade através da fotografia.

Workshop A Perception Through Photography

This workshop of visual perception through photography leads the participant to discover different ways of seeing and observing the space they occupy, while at the same time developing the creativity through photography.

A partnership project between the Mokichi Okada Foundation (MOA) and the Museum of Energy in São Paulo, the “Workshops of Perceptions” aim to sharpen the perception of the beauty, awakening the experiences that stimulate the perception of the world through the contemplation of works of art and the beauty of daily life.

Lente Feminina na Gare Cultural

Tina Scott apresenta na GARE Cultural a palestra Lente Feminina, sobre a história da fotografia contada através do trabalho das mulheres, com muitas histórias que os livros não contam.

Female Lens at Gare Cultural

Tina Scott presents the Lecture “ Female Lens” at Gare Cultural in Sao Paulo, about the history of photography told through the work of women, with many stories that books do not mention.

DIVULGAÇAO LENTE FEMININA

10° Encontro Sobre Inclusão Visual

Desvendar O Olhar, workshops de Tina Leme Scott foi selecionado para apresentar seus trabalhos no 10° Encontro Sobre Inclusão Visual, evento do FotoRio – Festival Internacional de Fotografia do Rio de Janeiro. O Encontro visa o intercâmbio entre projetos que usam a fotografia e o vídeo como instrumento de inclusão social e alfabetização visual. O FotoRio tem como objetivo a valorização da fotografia como bem cultural, dando visibilidade aos grandes acervos e coleções públicas e privadas, assim como  à produção fotográfica contemporânea brasileira e estrangeira.  Dia 25/06/2016  no Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica.

Tina agradece especialmente à coordenadora do Encontro Marcella Marer.

10th Annual Meeting on Visual Inclusion

Tina Leme Scott was selected to present her visual perception project at the 10th Annual Meeting on Visual Inclusion, an event of FotoRio – International Photography Festival of Rio de Janeiro. The meeting aims to disseminate the projects that use photography and video as an instrument of social inclusion and visual literacy. The aim of FotoRio exhibitions is to value photography as a cultural asset, giving visibility to the large public and private collections, as well as contemporary Brazilian and foreign photographic production.

The meeting happened on the 25th June 2016 at the Helio Oiticica Municipal Art Center.

Conversa Pública: Fotojornalismo, a experiência por trás das lentes

Tina Leme Scott mediou a Conversa Pública: Fotojornalismo, a experiência por trás das lentes, no dia 14 de maio de 2016 às 16hs na Casa Pública. Os fotojornalistas Ana Carolina Fernandes, Carlos Junior, Kátia Carvalho e Luiz Baltar discutiram os novos rumos do fotojornalismo no Brasil. A Casa Pública é o primeiro centro cultural do jornalismo no Brasil e é uma iniciativa da Agência Pública de jornalismo investigativo. Rua Dona Mariana, 81, Botafogo, Rio de Janeiro.

Discussão importante sobre o papel do fotojornalista na mídia, na sociedade e na política brasileira. Mediação de Tina Leme Scott, com Ana Carolina Fernandes, Carlos Júnior, Kátia Carvalho e Luiz Baltar.  Obrigada a esses fotógrafos brilhantes e corajosos pela participação na conversa e na exposição Legados e obrigada especialmente à Marina Amaral e Natalia Viana por proporcionarem esse momento! Fotos  do evento por José Cícero da Silva.

Pública Talks: photojournalism, the experience behind the lens

An important discussion about the role of the photojournalist in the Brazilian media, society and politics. Mediation by Tina Scott, with Ana Carolina Fernandes, Carlos Junior II, Kátia Carvalho and Luiz Baltar. Thank you to these brilliant and brave photographers for taking part in the talks and in the Legacy exhibition.  Photos of the event by José Cícero Da Silva.

Tina Leme Scott mediated the Publica Talk: Photojournalism, the experience behind the lenses, on May 14 at Casa Publica in Rio de Janeiro. Photojournalists Ana Carolina Fernandes, Carlos Junior, Kátia Carvalho and Luiz Baltar discussed the new directions of photojournalism in Brazil. Casa Pública is the first cultural center of journalism in Brazil Rua Dona Mariana, 81, Botafogo, Rio de Janeiro.

Inauguração da exposição Legados

A exposição de fotojornalismo Legados – as violações dos direitos humanos decorrentes dos megaeventos esportivos com curadoria  de Tina Leme Scott e Natalia Viana, inaugurou a Casa Pública no Rio de Janeiro, o primeiro centro cultural de jornalismo no Brasil, aberta em 19 de março de 2016 num casarão de 1914 em Botafogo.

The opening of “Legacies” Photojournalism Exhibition

The photojournalism exhibition – Legacies, the human rights violations resulting from the mega-sports events curated by Tina Leme Scott, inaugurated Casa Pública in Rio de Janeiro, the first cultural center of journalism in Brazil, opened on March 19, 2016 in a mansion built in 1914 in the neighborhood of Botafogo.

Legados

A palavra “Legado” ganhou um novo sentido para os brasileiros na década dos megaeventos: passou a significar a promessa de que a Copa do Mundo e a Olimpíada trariam benefícios duradouros para a população.

A alguns meses do início dos Jogos Olímpicos, porém, a verdadeira herança dos megaeventos é bem outra, como revelam as imagens reunidas para esta exposição. Flagrantes trágicos em meio à “festa” do esporte clicados por fotógrafos talentosos, corajosos, inconformados com as violências físicas e simbólicas contra torcedores, cidadãos, seres humanos.

A exposição “Legados” é uma homenagem às vítimas e aos repórteres que se esforçaram por registrar esses momentos, para além da história oficial da Copa do Mundo 2014 e dos Jogos Olímpicos 2016. A começar pelos próprios fotógrafos, que contam a história por trás de cada foto escolhida para compor a mostra.

Organizada pela também fotógrafa Tina Leme Scott, a exposição tem a participação dos fotojornalistas: Ana Carolina Fernandes [Rio e SP], Canindé Soares [Natal], Carlos Junior [Rio], Davi Pinheiro/Nigéria [Fortaleza], Deivyson Teixeira [Fortaleza], Gustavo Minas/selvaSP [SP], Hélia Scheppa [Recife], João Roberto Ripper/Imagens Humanas [Rio], Kátia Carvalho [Rio], Luiz Baltar [Rio], Mídia NINJA [Brasília, Rio e BH] e Tércio Teixeira/R.U.A Foto Coletivo [Rio].

Legacies

The word “Legacy” acquired a new meaning for Brazilians in the decade of mega-events in Brazil: It signified the promise that the World Cup and the Olympics would bring lasting benefits to the population.

Instead, a few months before the start of the Olympic Games,  the true heritage of mega-events is quite another, as shown by the images in this exhibition. Glimpses of tragedy and despair in the midst of the sports “party”,shot by talented, brave photographers, unhappy with the physical and symbolic violence used against fans, citizens, human beings.

The exhibition “Legacies” is a tribute to the victims and reporters who struggled to record those moments, beyond the official history of the World Cup 2014 and the Olympic Games 2016. Starting with the photographers themselves, who tell the story behind each picture chosen to compose this show.

Organized by photographer Tina Leme Scott, the exhibition includes work by the following photojournalists: Ana Carolina Fernandes [Rio, São Paulo], Canindé Soares [Natal], Carlos Junior [Rio], Davi Pinheiro/Nigéria [Fortaleza], Deivyson Teixeira [Fortaleza], Gustavo Minas/selvaSP [São Paulo], Hélia Scheppa [Recife], João Roberto Ripper/Imagens Humanas [Rio], Kátia Carvalho [Rio], Luiz Baltar [Rio], Mídia NINJA [Brasília, Rio, Belo Horizonte] and Tércio Teixeira/R.U.A Foto Coletivo [Rio].

Workshop Desvendar O Olhar na ABA

Associação Beneficente dos Funcionários do Grupo Allianz Seguros – para 60 adolescentes da comunidade Santa Rita, no bairro de Cangaíba em São Paulo.

Photo Workshop at ABA 

Allianz Seguros Group Employees Charity Association 

A Visual perception workshop for 60 youths from the Santa Rita community at Cangaíba, São Paulo.

search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close